MADRUGA

THIAGO MADRUGA

  • Madruga

Artista multimídia, nascido e residente da cidade de Rio Grande(RS). Bacharel em Poéticas Visuais (FURG) e mestre em Artes Visuais (PPGAVI/UFPEL). Cuja produção artística e teórica, orbita as esferas da arte afro-brasileira, da arte urbana e das poéticas do cotidiano.

Qual o contexto em que estás vivendo a pandemia?

No momento to morando com a minha família e exercitando o isolamento na medida do possível.  No meu caso, a adaptação do espaço físico pra viabilizar a produção não foi necessária. Mas a rotina mudou, e isso acabou refletindo no trabalho que tá sendo desenvolvido nesse período.

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

1/4

SEM TÍTULO

A quarentena afetou a sua produção? Como era a sua rotina criativa antes do isolamento e como está agora?

Afetou porque boa parte da minha rotina criativa antes do isolamento, girava em torno do deslocamento no espaço urbano e do encontro com as pessoas. Muito do que produzia, surgia a partir desse contato. E após passar pelo processo de criação, retornava a esses espaços, para a prática de intervenções urbanas. Mas esse processo precisou ser repensado, quando a recomendação passou a ser ficar em casa. O que acabou fazendo com que eu direcionasse mais da minha atenção, para as inquietações cotidianas da esfera privada. E deslocando a maioria das possibilidades de encontros e trocas, para o espaço virtual.

INVERNO

Acredita que a pandemia interferiu no seu trabalho artístico de maneira definitiva ou imagina que com o retorno das atividades a sua produção, também, fará um caminho de volta para um curso habitual (pré-pandêmico)?

Acredito que a interferência possa ser definitiva, mas no momento não saberia dizer até que grau ela poderia se estender. Porque muito do que produzi durante a pandemia, foi resultado dos impactos de um isolamento social. E ainda que aja uma sensação de instabilidade com relação ao futuro, e preocupações em termos de saúde física, mental, emocional, financeira e etc. O Brasil é um país que conservou muitos hábitos pré-pandêmicos, durante a pandemia. Então, ao mesmo tempo em que acredito na possibilidade de haver algum aprendizado, também acredito que há nas pessoas, uma grande vontade de retomar as coisas como eram antes. Algumas pessoas vão sair dessa experiência com marcas mais profundas do que outras.

SEM TÍTULO

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

THIAGO MADRUGA | sem título
THIAGO MADRUGA | sem título

1/4